Programas de Inovação Tecnológica​

Ao deparamos com a palavra inovação de imediato somos levados a pensar em proezas como a vacina do câncer ou em carros movidos à água – esta é a Inovação com “I” maiúsculo, que modifica o estado da arte. Mas há também uma iNOVAÇÃO com ‘i’ minúsculo, que contempla a solução dos desafios do nosso dia-a-dia.

A iNOVAÇÃO tem o seu suporte em tecnologias já existentes, de domínio da academia, e nem por isso é menos complexa. É desafiador criar aplicações digitais que transformem a maneira como as coisas são realizadas, fazendo uso de Internet das Coisas, Ciência de Dados, Inteligência Artificial, Blockchain, outros recursos e paradigmas tecnológicos.

Tradicionalmente, os profissionais não são preparados para atuar frente ao desafio de iNOVAR, que requer multidisciplinariedade, postura criativa, comportamentos empreendedores e muita experimentação.

Diante deste cenário, muitas empresas estão recorrendo ao relacionamento com startups para renovar sua atuação. Em muitos casos essa relação se mostra positiva, mas, infelizmente, a quantidade de startups maduras disponíveis é insuficiente para atender a demanda. Cabe às empresas líderes em seus segmentos um posicionamento como um agricultor, que planta para colher, cultivando o processo de iNOVAÇÃO e o surgimento de talentos capazes de liderar essas transformações.

 

Atenta a essa realidade, a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) está transformando indústrias a partir de seus Programas de Inovação Tecnológica (PITs), pensados para fomentar iNOVAÇÕES, de forma sistemática e com apoio dos conhecimentos e expertises da Universidade. Inspirado na abordagem de ensino e aprendizagem Challenge Based Learning (CBL), esses programas selecionam os melhores alunos de graduação de diferentes cursos e universidades, passando a desafiar esses jovens a co-criarem e experimentarem aplicações tecnológicas aplicáveis no dia a dia de pessoas e empresas relacionadas a indústria alvo. São nossos melhores talentos drivando a inovação na sua empresa. Veja como:

Os princípios dos Programas são: – Foco em inovar para o presente com ”i” minúsculo – Método de Ensino e Aprendizagem Baseado em Desafio (CBL) – Ciclos enxutos (3 meses) para inovação sistemática (Lean) – Formação de talentos e ignição de soluções/startups (MVPs) – Ambiente imersivo e multidisciplinar orientado a inovação aberta – Inspirações intencionais, mas sem encomendas

Com mais de 6 edições, os Programas de Inovação Tecnológica produziram mais de 250 soluções e formaram mais de 300 participantes. Os PITs, como ficaram conhecidos, são sempre realizados em parceria com empresas líderes e seus colaboradores participam ativamente do Programa, em diferentes papéis, proporcionando assim conhecimento efetivo do domínio de aplicação, uma vez que esse conhecimento está na empresa parceria e não na academia.

Conheça nossos os Programas em diferentes domínios: